Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Vendaval causa danos no Município

Publicado em 24/01/2022 às 13:22 - Atualizado em 24/01/2022 às 13:31

Flor do Sertão e região vem sofrendo com a forte estiagem, que se prolonga há meses. A tão esperada chuva parecia que chegaria no entardecer da última sexta-feira, dia 21 de janeiro. O que se viu, no entanto, foi um vendaval assustador, que em poucos minutos causou uma destruição não vista há muitas décadas no Município. Dezenas de residências foram atingidas, algumas tendo o telhado arrancado por inteiro. A impressionante força do vendo, que parecia circular com uma fúria destrutiva, quebrou muitas árvores, inclusive arrancando diversas. Foram atingidas moradias no centro da cidade e nos arredores, principalmente na saída para a Linha Marmeleiro.

Uma das residências mais atingidas no Bairro Jardim da Colina foi a de Elisiane Hennig e Júnior Dal Mago, que teve pelo menos metade do telhado arrancado, comprometendo diversos móveis. “Eu estava em casa sozinha no momento, foi tudo muito rápido, acho que não durou 05 minutos; estava impedindo a água da chuva de entrar por baixo da porta, quando vi que ficou claro dentro de casa, mas nem deu barulho; o vento tinha arrancado parte do telhado e jogado longe; instantes depois veio mais uma rajada forte, que arrancou outra parte”, detalha Elisiane, informando que, além de móveis e o telhado, a água danificou boa parte do piso da casa, que está levantando e se quebrando.

No Pesqueiro do Paulista, situado no alto do morro de acesso à Linha Marmeleiro, os prejuízos ainda são incalculáveis, tamanha a destruição causada pelo vento em poucos e assustadores minutos, conforme informa a família proprietária: “no momento é desesperador, não dá pra imaginar do que a natureza é capaz; depois, é desanimador, ao ver tanta coisa que levamos tempo para construir, coisas que refletem a realização de nossos sonhos, sendo destruídas pelo vento em minutos”, comenta Juciane Mora, esposa de Juares Mora, que complementa: “é um grande desafio recomeçar, mas vamos encontrar forças e reconstruir, para que este lugar continue sendo um ponto de encontro, de alegria e diversão”, afirma o proprietário, que ainda não calculou os prejuízos.

Segundo o Prefeito Municipal, Sidnei José Willinghöfer, o Município declarou situação de emergência após o vendaval e está fazendo um levantamento da situação das propriedades atingidas para dar o suporte necessário. “Sentimos muito e nos solidarizamos com as famílias que tiveram suas residências atingidas; a Administração Municipal fará o que está ao alcance para auxiliar quem teve perdas”, garante o Prefeito, reconhecendo o empenho das pessoas para ajudar os amigos e conhecidos: “a solidariedade das pessoas é incrível; vimos isso em diversas residências, com amigos e conhecidos em cima dos telhados, ajudando a cobrir”, comenta Sidnei.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar